quarta-feira, 23 de abril de 2014

Dois novos livros sobre os Stones devem ser lançados neste ano



Dois novos livros sobre os Stones deverão ser lançados este ano. Um deles é "Brian Jones: The Making of the Rolling Stones", de autoria de Paul Trynka, cujo lançamento está previsto para 9 de outubro. De acordo com o press release, o autor promete contar a história completa de Brian Jones desde os anos iniciais dos Stones, bem como os motivos que levaram Brian a perder seu lugar na banda, culminando com sua trágica morte. O livro está em pré-venda pela Amazon e pode ser encomendado por este link.

O outro livro é de um autor bastante conhecido entre os fãs dos Stones. Robert Greenfield já escreveu dois livros sobre a banda, e que estão entre os melhores já lançados: "S.T.P. - A Journey Through America With the Rolling Stones" e "Exile on Main St.: A Season in Hell with the Rolling Stones" que foi lançado no Brasil com o título "Uma Temporada no Inferno com os Rolling Stones".



"Ain't It Time We Said Goodbye: The Rolling Stones on the Road to Exile", o novo livro de Greenfield, que foi o único jornalista credenciado pela banda para acompanhar a Farewell Tour de 1971, conta a história desses últimos shows dos Stones na Inglaterra antes de partirem para a França, onde gravariam o disco Exile on Main Street. 

O fato de ter acompanhado a banda de perto em todos esses shows faz com que Greenfield faça um relato preciso de cada um deles, entrevistando a banda e várias figuras-chave que lançam uma nova luz sobre esse período. Greenfield foi editor associado da revista Rolling Stone em Londres entre 1970 e 1972, para a qual escreveu um excelente artigo sobre essa tour, que pode ser lido por este link.

O livro deverá ser lançado no próximo dia 13 de maio, e não há há previsão de lançamento no Brasil até o momento, mas ele pode ser encomendado via Amazon.

terça-feira, 22 de abril de 2014

O som e a fúria dos Stones em 1965

Poster do show de Hamburgo. Credits: Stonestreff Forum

1965 foi um ano agitado para os Stones. 4 discos lançados (Rolling Stones no. 2, The Rolling Stones Now!, Out of Our Heads e December's Children), um EP ao vivo (Got Live if You Want It!) e 4 singles, sendo que um deles incluía seu maior sucesso até então: (I Can't Get No) Satisfaction. Tudo isso lhes rendeu inúmeras apresentações em programas de TV e várias tours pelos Estados Unidos, Europa e Oceania, que totalizaram 217 concertos naquele ano.

Entre esses shows, os Stones fizeram na Alemanha e Áustria sua 4ª tour europeia, realizada entre 11 e 17 de setembro de 1965 com 9 shows na Alemanha e um na Áustria. A reputação dos Stones como banda havia crescido imensamente e cada show realizado contava com tumultos dentro e fora das salas de espetáculo. 
Photo Credit: Bent Rej
De acordo com o fotógrafo Bent Rej, que acompanhou os Stones nesse período e lançou o excelente livro de fotografias "The Rolling Stones in the Beginning", o show de Berlim em 16 de setembro de 1965 contou com 20 mil assentos destruídos, 300 pessoas presas, 28 fãs e 6 policiais hospitalizados e 44 carros danificados. Isso dá uma ideia da histeria causada pela banda, o que pode ser conferido pelo vídeo abaixo, desse show. 



Outro fato curioso (e histórico) é que Brian conheceu Anita Pallenberg no show que os Stones fizeram em Munique, em 14 de setembro. De acordo com Bent, "eu estava caminhando pelo backstage quando uma garota apareceu e me pediu para que arrumasse um encontro com os Stones. Ela era muito bonita e não hesitei - era parte do meu trabalho. Seu nome era Anita Pallenberg, e quando ela entrou no camarim, foi Brian quem se aproximou dela".

Ingresso do primeiro show de Hamburgo. Credit: Nico Zentgraf
Para os interessados, disponibilizamos um show inédito em Hamburgo que faz parte do recém-lançado box-set "Live in Hamburg 1965", um bootleg que traz também gravações de shows em Paris, Münster e Londres, além de várias gravações de programas de TV como o Ready Steady Go, Shindig e Ed Sullivan Show, bem como algumas sessões que os Stones fizeram para a BBC naquele ano.


O destaque do box, evidentemente, é o show de Hamburgo, que até então não havia aparecido em nenhum disco pirata, o que faz com que aumente o interesse dos fãs, sempre ávidos por novidades. O disco foi disponibilizado pelo usuário velonabolin do fórum IORR, e pode ser baixado por este link, válido até o próximo dia 29 de abril. 

Novos relançamentos dos Stones em vinil transparente


Dando continuidade à série chamada "The Rolling Stones Clearly Classic", dentro da qual foram lançados os discos Beggar's Banquet, Let it Bleed e Hot Rocks, a ABKCO anuncia o lançamento de outros 3 discos dos Stones em vinil transparente: 12x5, Through the Past Darkly (Big Hits vol. 2) e Get Yer Ya-Ya's Out!

O disco Big Hits vol. 2 deverá ser lançado com o formato de capa original, em octógono, e o lançamento desta nova série está prevista para o dia 6 de maio, mas já se encontra em pré-venda pela Amazon.  


sábado, 19 de abril de 2014

Livro Sticky Fingers Lost Session pode ser lançado até outubro


A Ormond Quintal Press pretende lançar o livro Sticky Fingers - The Lost Session, de Peter Webb. A obra reunirá imagens nunca antes publicadas Estima-se que dois terços da sessão continua inédita.
O livro está em pré-venda por 265 libras. Ou seja, há desconto de 33% em relação ao valor de mercado, que deverá rondar 395 libras. O valor promocional vale até o dia 31 de maio. Mas o lançamento da obra é condicionado à editora conseguir 100 compradores que comprem o livro em pré-venda. Se conseguirem, o lançamento ocorrerá em outubro em edição limitada, destinada a colecionadores. Não haverá edição brasileira, nem em português, o livro é em inglês.

Você pode encomendar o livro ou obter mais informações clicando aqui.
Lembramos que Stones Planet Brazil não tem qualquer relação com a editora ou com a venda do livro e o texto é meramente de divulgação.
As fotos são bem bacanas.
Em 2011, algumas dessas fotografias foram expostas em Londres, na Snap Galleries. É possível visualizar algumas delas por este link

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Os 50 anos de um disco histórico


Our first album reflected what we used to play at the Crawdaddy, a regular diet of Jimmy Reed, Bo Diddley, Muddy Waters with some Slim Harpo. The album was the cream of the set. - Keith, 2003

The Rolling Stones are more than just a group - they are a way of life. - Andrew Oldham, 1964

Há 50 anos os Stones lançavam seu LP de estreia, intitulado simplesmente The Rolling Stones (nos EUA, foi lançado com o subtítulo England's Newest Hitmakers, e com Not Fade Away - que era um single de sucesso - no lugar de Mona, presente no lançamento inglês).

Embora alguns poucos autores indiquem 16 de abril como sendo a data do lançamento do disco na Inglaterra, a grande maioria de fontes confiáveis, entre livros e websites de fãs indica a data exata como sendo a do dia 17 de abril.

O disco foi gravado entre 3 de janeiro e 25 de fevereiro de 1964 nos Regent Studios em meio à segunda tour britânica e foi produzido por Andrew Oldham e Eric Easton.

A ideia da capa foi do empresário da banda, Andrew Oldham, que decidiu inovar fazendo algo que era inédito até então: apenas a foto da banda em um ar sério e o logo da gravadora Decca apareciam na capa, o que para Oldham reforçava a imagem de bad boys que ele pretendia dar aos Stones, em uma antítese à pose sorridente e bem-comportada dos Beatles.

Antes de seu lançamento a revista NME teve acesso a um preview, e o repórter Richard Green foi entusiástico em sua resenha: "Fui ao escritório da Decca na segunda-feira para uma prévia do disco pelo qual milhares de fãs clamam. Acredite em mim: é fantástico! Vou até dizer que se ele não tomar o lugar dos Beatles no topo da parada de LPs eu como meu toca-discos sabor chocolate". 

O repórter estava mais do que certo: antes de seu lançamento, o disco já tinha 100 mil cópias encomendadas, e chegou à primeira posição da parada inglesa em 25 de abril de 1964, tirando o posto que era ocupado até então pelo disco With the Beatles, permanecendo nessa posição por 12 semanas, além de figurar entre os top 10 por outras 51 semanas.

Além disso, o disco serviu para consolidar a reputação que os Stones já haviam adquirido ao longo de sua (até então, curta) carreira, sem falar na influência que exerceu nas bandas contemporâneas (como o The Who e Animals, por exemplo), além de um sem número de  bandas que surgiriam posteriormente, bem como lhes rendeu a primeira tour norte-americana.
Anúncio publicado na revista Billboard de 16 de maio de 1964, anunciando a iminente chegada dos Stones aos EUA

Infelizmente, o primeiro disco dos Stones é um dos que menos possui outtakes disponíveis. Para os interessados, disponibilizamos abaixo o bootleg "Studio Outtakes and Rarities vol. 1 - 1963/1964", com 2 CDs que trazem as sobras de estúdio disponíveis, além de algumas outras gravações do segundo disco e sessões dos Railroaders, entre outras curiosidades, remasterizado por Teague Raw, usuário do fórum IORR. 
Você pode baixar o bootleg através dos links abaixo:

Referências:
Stones on Decca webpage 
The Rolling Stones Complete Recording Sessions 1962-2012, Martin Elliott
The Complete Works of the Rolling Stones 1962-2013, Nico Zentgraf
The Rolling Stones: Gravações Comentadas e Discografia Completa, Ed. Larousse, 2009
According to The Rolling Stones - A banda conta sua história, Ed. Cosac e Naify, 2011
Life, Keith Richards com James Fox - Ed. Little, Brown and Company, 2010
Sexo, Drogas e Rolling Stones, José Emilio Rondeau e Nelio Rodrigues - Agir, 2008 
Rolling Stones Gear, Andy Babiuk e Greg Prevost - Backbeat Books, 2013
Who Am I, Pete Townshend - Harper Collins, 2012
New Musical Express, ed. 900, 10 de abril de 1964, p. 5
Fonte do bootleg: It's Only Rock'n'Roll Fan Club of Europe


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...